Arquivo do mês: maio 2009

Heróis

7669x_men

Nos últimos 50 anos, apareceram tantos super-heróis como nunca antes visto. O mundo sempre teve seus heróis fictícios, porém dependia muito do folclore da cultura dos seus criadores. Claro que agora conhecemos muitos porque os veículos de comunicação são muito mais ágeis. Desde de criança, quantos super-heróis eu conheci? Muitos, não conseguiria catalogar. E você? A figura do herói é uma figura um tanto curiosa e intrigante, ele é, na maioria dos casos, uma versão nossa aperfeiçoada, é ele quem aparece no fim da tarde para salvar o dia. Salvar… gosto dessa palavra.

É interessante observar o porque deles serem criados, vivemos em um mundo cheio de injustiça e gostaríamos que as coisas se resolvessem por si, mesmo sabendo que é impossível. Então criamos um mundo paralelo, parecido com o nosso, onde há a figura do herói como o defensor dos fracos e oprimidos, aquele que faz cair drasticamente os níveis de criminalidade e todas as garotas da cidade sonham em ser a sortuda que lhe consegue dar um beijo. E gosto dos poderes que lhes são dados por seus criadores, muito interessante como nossa imaginação viaja longe quando imaginamos os defensores do mundo. Sempre, os heróis são poderosos e sobre-humanos, mas tem seu ponto fraco.

É interessante isso, não é? A maneira como o ser humano cria seus salvadores. O mundo sabe que precisa de salvação, mesmo sem perceber.  Não são somente os super-heróis, todo dia vemos pessoas na T.V. segurando algum tipo de cartaz pedindo que salvem alguma coisa. Ex.: Salvem as baleias, salvem os pandas, salvem a natureza, salvem as crianças, salvem os oceanos, salvem o planeta terra.
Está em cada um de nós. Primeiro, vivemos em uma realidade na qual está tudo errado. E depois, criamos uma realidade paralela na qual um super-herói aparece e salva o dia.

Freqüentemente brinco que Jesus era meio que um X-Men. Antes que você se escandalize comigo, vamos pensar:

–       Jesus acalmou uma tempestade (Marcos 4.37-41) – Lembra da Tempestade? Ela tinha poder sobre a natureza e podia fazer o sol brilhar quando quisesse – não consigo lembrar de nenhum mutante que fazia isso, mas com certeza deveria haver um!

–       Jesus desapareceu do nada quando estava na casa de alguém (Lucas 24.31) e apareceu repentinamente para os discípulos (João 20.26) – existia também o mutante chamado Nortuno que podia teletransportar-se para onde quisesse.

–       Jesus conhecia as pessoas antes que elas viessem a Ele e conhecia seus pensamentos (João 2.23-25) – Professor Xavier tinha o poder de entrar na mente das pessoas

–       Jesus tinha domínio sobre a matéria (João 2.1-11) – a História de quando Jesus transformou água em vinho. Outro exemplo foi quando Jesus fez a multiplicação de peixes (Mateus 14.15-21)

E O MAIS LEGAL:

“E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja com justiça. E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo. E estava vestido de uma veste salpicada de sangue; e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus. E seguiam-no os exércitos no céu em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro. E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso. E no manto e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores.” (Apocalipse 19.11-16)

Quer uma imagem de um Justiceiro Poderoso do que essa? Os céus se abrem e eis que Jesus volta a terra sentado em um cavalo com olhos como fogo e coroas na cabeça, além de uma tatuagem na coxa. Os exércitos celestiais O seguem e Ele vem para destruir Seus inimigos. Esta passagem conta de algo que VAI acontecer. Jesus voltará para destruir todo aquele que luta contra Ele.

Apesar de o mundo inteiro criar seus heróis com defeitos e fraquezas para resgatá-lo, é porque ele sabe que precisa de salvação. E não importa quantos heróis continuar criando, eles nunca serão completos.

O único verdadeiro herói que existe é Jesus Cristo. Ele é o Super-Homem que não enfraquece perto de kryptonita. E Mesmo com todos os Seus poderes sobrenaturais, Ele aceitou morrer por amor a nós. A cruz é o símbolo do nosso Herói que deve brilhar na escuridão da Gothan City das nossas vidas.

Ele é o herói que a Marvel Comics falhou em criar.

Jesus Cristo, Rei dos reis, Senhor dos senhores – o Verdadeiro Herói que veio para salvar o mundo.

Member_EmptyCross_50152538_std

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em Pensamentos

Mark Driscoll – Tolerância Zero

2 Comentários

Arquivado em Pensamentos

Deus é melhor que sexo?

Essa é uma pergunta que me faço sempre, mesmo tendo plena certeza da resposta. O motivo que a faço é simplesmente porque a disposição que alguém tem ou teria em seguir Jesus muda drasticamente quando o assunto é castidade. Então eu me pergunto: Deus é melhor que sexo? Quem acha que Deus é melhor que sexo levanta a mão! o/

Eu sempre penso: Se a castidade fosse descartável, muita gente se interessaria mais em seguir a Deus seriamente. Se a promiscuidade fosse um comportamento aceito ou até mesmo incentivado por Deus, o numero de bancos vazios dentro de nossas igrejas seria bem menor. Pessoas conseguem se imaginar desistindo de tantas coisas para seguir a Deus e alcançar as virtudes que Ele quer que tenhamos, mas quando o assunto é castidade… Concordo com C. S. Lewis quando ele argumenta que há alguma coisa errada nisso tudo, ou o Cristianismo ou nosso instinto sexual. Aposto todas as minhas fichas que seja o segundo. Ligue a T.V. às 3 horas da tarde e espere por 1 hora. Agora conte quantos comerciais você viu com algum apelo sexual. Até para vender shampoo infantil precisam por uma mãe com seu decote até o umbigo e mini-saia. Quase todas as novelas possuem o famoso Don Juan, o homem “perfeito” que consegue todas as garotas e depois descarta uma a uma. Lembra das danças do É o Tchan? Do quadro ‘banheira do Gugu’?

Estima-se que 100 bilhões de dólares são lucrados anualmente pelo mercado da pornografia. Destes, 5 bilhões são proveniente somente da pedofilia. 2,5 bilhões de emails com conteúdo pornográfico são enviados diariamente. Na boa, você já parou para pensar na proposta da pornografia? Ela oferece uma intimidade que você não tem com alguém e deixa a ilusão de que todos, absolutamente todos os seres humanos que existem estão loucos para transar com qualquer pessoa ou coisa.

Todos argumentam que a sexualidade é algo natural e não há nada de errado em satisfazer o apetite sexual. Verdade, a sexualidade é natural e não há nada de errado em querer satisfazer um desejo natural. Mas a maneira como se escolhe satisfazê-lo freqüentemente se torna doentil. Infelizmente, o deus de nossos dias é o sexo e a sociedade o adora e explora de todas as formas possíveis. Tem algo de muito errado conosco…

Nem mesmo a igreja fala sobre sexo, o que faz parecer ainda mais que são Deus e sexo são competidores. A omissão da igreja resulta em parecer que você precisa escolher entre Deus ou sexo, os dois não combinam. A igreja precisa entender que o sexo não foi um plano B nos propósitos de Deus. Deus não disse “Adão e Eva, já que não há outra alternativa, eu autorizo o sexo em ultimo caso para vocês. Mas que fique bem claro que eu não gosto muito da idéia.”. As Escrituras dizem: “o homem deixa seu pai e sua mãe para se unir com a sua mulher, e os dois se tornam uma só pessoa. Tanto o homem como a sua mulher estavam nus, mas não sentiam vergonha” (Gênesis 2.24-25). Em outras palavras, Deus criou céu e terra, fez um baita de um jardim maravilhoso com sombra e água fresca, frutas deliciosas e homem e mulher andavam nus por lá. Logo depois de tê-los criado, Deus “os abençoou dizendo ‘tenham muitos e muitos filhos…” (Gênesis 1.28). Agora pense comigo, homem e mulher, peladões em um jardim lindo criado por Deus, com comida de graça e Ele ainda manda que tenham muitos e muitos filhos? Há, a vida no Éden era MUITO boa. Precisamos entender que Deus e sexo não são competidores, sexo é criação abençoada do Criador para que curtamos um prazer incrível com outra pessoa. Mas o sexo é para o casamento, dentro de santidade e fidelidade. Sexo é bom, foi criado por Deus e para Deus, para sua honra e glória.

Honestamente, eu gostaria de casar, fazer muito sexo e constituir uma família. Eu prefiro uma vida inteira sem sexo promíscuo e irresponsável do que a eternidade sem Deus.

Será que Deus é melhor que sexo? Sim, Ele é.

3 Comentários

Arquivado em Sem categoria

Extra! Extra! Vende-se o deus que você quer!

imgtitle

Gosto muito de Chaves, muito mesmo. E um dos episódios que mais gosto é um que o Chavinho vende jornais dizendo”Extra! Extra! 13 pessoas enganadas! Extra!”. Quando o Sr. Madruga se aproxima e compra um dos jornais, ele percebe que o jornal é do dia anterior e o Chaves, por sua vez, muda sua propaganda para “Extra! Extra! 14 pessoas enganadas!”.

Estranho pensar no que a igreja se tornou. Uma reunião interessante com uma palavra que acalma dizendo exatamente o que querem ouvir, um grupo de pessoas interessadas em exorcismos, uma assembléia de tolos que pagam seus boletos mensalmente e esperam a benção do Senhor chover exatamente como querem e determinam. Meu pai não é cristão e costuma dizer que pastor só serve para tomar dinheiro dizendo exatamente o que as pessoas querem ouvir.
A igreja se converteu em números para medir sucesso onde mede-se a fé pelo valor remetido na carteira dos “fieis”, a oração de sucesso é aquela que traz a cura imediata e a fé de um homem é recorrente de todos os bens que possui. É tudo resultado desse lixo chamado teologia da prosperidade, vendida por aí como se fosse o Evangelho.
Existe uma canção do Casting Crowns que fala “do deus que queremos e o Deus que é”. E é bem assim que acontece, foi criado o Jesus que tudo nos dá se assim quisermos. Jesus não tem nada a ver com o que fizeram dEle.
A fórmula é mais ou menos a seguinte: Venha visitar-nos! Venha ao nosso mercado e monte o deus que você quer!
Paulo fala sobre a inconstância dos gálatas: “admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou na graça de Cristo para outro evangelho, o qual não é outro, senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo” (1.6-7).
Me frustra ver pessoas que precisam de esperança e perdão, precisam da salvação de Jesus para encher as suas alma recebendo um falso Jesus criado pela necessidade ou vontade de ter cada vez mais dinheiro. Gostaria de saber onde Jesus é glorificado no meio desse show da fé. O máximo que consigo identificar é Jesus sendo banalizado.

É ridículo o número de pessoas que processam seus pastores porque não receberam aquilo que lhes foi prometido, os principais casos são dinheiro fácil e curas de doenças terminais.

Assim como o Chaves disse, aposto que Satanás deve declarar “Extra! Extra! Enganei mais um!

Precisamos começar a clamar: Jesus, vem salvar os cristãos.

Deixe um comentário

Arquivado em Pensamentos