Aprendendo a dizer não – Parte I

mulher

Não faz muito tempo que eu sou cristão, mas parte da minha experiência desde que me converti é a importância de dizer não. Sempre nos é ensinado que nossa conduta cristã deve ser calma, viver uma vida como Jesus viveu, dar a outra face, pacifismo, etc. Verdade, devemos viver como Jesus viveu e seguir o exemplo Dele. Mas isso não é sinônimo de dizer sim para tudo.

Há uma falsa idéia de que nós, tolos, somos idiotas que deixam tudo acontecer e não fazem nada por isso, exatamente por sermos cristãos. Sinceramente, se Jesus disse que deveríamos fazer a diferença, não vejo motivo para aceitarmos. Pelo contrário, Jesus resistiu e devemos seguir o exemplo Dele e resistir a tudo isso. Passividade não é uma atitude cristã, João diz que devemos amar com atitudes (I João 3.18). Não falo de um Jesus militante que ataca seus inimigos ou de uma igreja que utiliza de força física, falo de uma igreja que, em amor, resiste ao mal e evita os conflitos por meio de relacionamentos saudáveis e sinceros.

E amar não significa dizer sim para tudo que dizem por aí. O pai que diz não aos seus filhos quando estes lhe pedem algo, o diz simplesmente porque conhece o melhor para seus filhos. Se você é um pai, entende um pouco quando Deus diz não aos Seus; Ele diz não porque é um Pai e Ele sabe melhor do que ninguém o que é melhor para nós.

Se a pessoa que você curte está destratando e fazendo pouco caso de você, diga não. Com amor e respeito, sem julgar. Simplesmente bote um limite na situação. Botar limites não significa ser menos cristão. Se seus amigos fazem brincadeiras que você não, diga-lhes com carinhos que você simplesmente quer que parem.

Você tem uma amiga que é cristã e transa com seu namorado,, mas insiste que não há nada de errado com isso e você tem medo de falar que isso é errado porque sua amiga é cabeça dura e não escuta quando falam com ela. Aprendi que às vezes ser um bom amigo custa caro. Faça a sua parte e mostre o que a Bíblia diz. Se ela deixar de ser amiga ou se recusar em ouvir, você falou o que era certo. A omissão é pecado e eu preferiria perder um amigo em santidade do que tê-lo e estar em pecado por manter o bico calado.

Seus amigos conseguiram a prova final, roubaram do laptop do professor enquanto ele saiu para uma questão crucial e acabou por esquecer o laptop ligado. Eles vão querer dar a prova para você também porque são bons amigos. Diga não e diga que a atitude está errada.

Faz parte da vida cristã dizer o que é certo segundo as Escrituras. Alguns dias atrás, um amigo querido me contou que todos os homens do cursinho com quem ele estuda gostam de trair suas mulheres. Um dia, ele deu sua opinião e disse que podia sentir a raiva e a frustração dos homens porque ele havia dito isso.

Quando aquele testemunha de Jeová chato aparecer na sua porta para repetir as mesmas coisas, seja educado e diga não ao ensinamento errado e apresente o Evangelho de Jesus que dá salvação.

Nada disso faz com que você seja menos cristão e de maneira nenhuma eu encorajaria que você batesse de frente com tudo, só digo que devemos sim, com amor e atitudes como as de Jesus, lutar pela justiça e pelo respeito. Nunca acuse ou aponte; ensine – Jesus fez assim.

Por causa de um entendimento errado nosso, às vezes nos parece que Jesus foi um cara fraco que não lutou pela justiça, um cara meio hippie, desencanado, levando uma vida tranqüila, amando a natureza, de óculos escuros, tomando sol no deserto e fazendo milagres de vez em quando.

Jesus Cristo não foi nada disso (apesar de eu conseguir imaginá-Lo de óculos escuros). Ele revolucionou toda a humanidade porque Ele disse NAO quando um injustiçado era opresso. Jesus disse NAO quando quiseram matar uma mulher que havia sido pega traindo o marido. Jesus disse NAO quando os religiosos da época destratavam as pessoas. Jesus disse NAO quando o pecado tentou devorar toda a raça humana, Ele preferiu morrer por nós do que ver-nos continuar afundando. Ele disse NAO quando Pedro ameaçou de defendê-Lo da cruz.

Diga NAO à injustiça. Diga NAO à falta de cuidado que as pessoas tem com o planeta que Deus criou. Diga NAO quando alguém começar uma briga ou quando seu irmão pentelho tenta de tudo para tirá-lo do sério.

Diga NAO.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Pensamentos

4 Respostas para “Aprendendo a dizer não – Parte I

  1. Leo,

    Assisti esta semana, o último filme do Jim Carey, onde ele diz sim para tudo e acaba entrando em algumas situações hilárias. Mas voltando ao seu texto, concordo esses NÃOS relacionados, foram decisivos para a vida de muitos.

    Abraço.

  2. Lalá

    Tem alguma duvida de que gostei e concordo? hehe

    Depois comento…!!!
    Beijo, lindo!

  3. Mandou muito bem Leo, temos que aprender a dizer não em muitas situações em nossas vidas, e principalmente para os nossos amigos que nos cercam. É aí que vamos descobrir quem realmente é nossos amigos, valeu.

    Abração.

  4. Muitas vezes o medo de magoar pessoas especiais me fez dizer sim, quando o meu coração queria dizer não. COm o tempo, e com eforço, fui aprendendo que não vale a pena fazer isso. A gente não pode se anular e simplesmente engolir tudo. É melhor dizer a verdade em educação do que se vender por piedade…

    Um abraço!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s