Idolatria Moderna

fast_food
Nos últimos três meses, tenho aprendido muito sobre idolatria com dois pastores americanos por meio da Internet. O que a maioria das pessoas pensa sobre idolatria é errado: idolatria é SOMENTE em culturas longínquas como na Índia ou no Nepal, em lugares onde pessoas sacrificam frangos para estátuas e se ajoelham perante um elefante sentado em um trono. Idolatria acontece bem aqui, tanto aqui quanto lá.
Nós somos adoradores por natureza, o ser humano sempre irá adorar alguma coisa, seja Criador, seja criação (Romanos 1.25). Há somente duas possibilidades, adoramos a Jesus Cristo ou adoraremos a qualquer outra coisa que ele criou. Somos idólatras ou adoradores verdadeiros. Quase todos os problemas que temos são relacionados à idolatria. Se você idolatra conforto, acaba se tornando um preguiçoso que não gosta de acordar cedo para trabalhar, quer ficar até tarde na cama e, eventualmente, perderá seu emprego. Se você idolatra sexo, acabará se tornando uma pessoa sedenta que não pode ver alguém do sexo oposto passar que já lhe tira a roupa com os olhos, imaginando como seria estar na cama com aquela pessoa. Você perderá horas vendo pornografia na Internet, você cometerá adultério porque o seu deus é o sexo. Se você idolatra o álcool, a sua vida é focada nos dias que você sairá com os amigos para encher a cara porque essa é a sua diversão. O seu dinheiro é diretamente voltado para o álcool e você planeja seu orçamento mensal para poder comprar a maior quantidade possível de bebidas e você não consegue acordar direito antes do seu shot de Irish Coffe. Se o seu ídolo é o dinheiro, toda a sua vida será em torno das suas posses e da sua conta bancária, você trabalhará muito e nada mais será tão importante na sua vida como dinheiro. Se o seu ídolo for a comida, você irá comer muito, muito mesmo; a comida será sua recompensa quando você está feliz e seu conforto quando você está triste. Se o seu ídolo for reputação, você fará de tudo para impressionar as pessoas que você gosta, não porque as ama, mas porque você quer que elas vejam como você é demais e quer que falem bem de você.
Os ídolos são deuses mentirosos que oferecem algo que parece bom. O preguiçoso pensa que essa vida irresponsável é a melhor coisa do mundo, porém ele se sente vazio e pensa que a culpa é do mundo, jamais dele. O deus do sexo oferece noites prazerosas e surpreendentes, diversão sem igual e experiências novas dia-a-dia. O dinheiro promete felicidade e a comida satisfação.
Na carta aos romanos, Paulo pede que nos ofereçamos como sacrifícios vivos a Deus (Romanos 12.1). A verdade é que nos oferecemos como sacrifícios vivos ao Deus vivo ou a ídolos e falsos Deuses. Aprofundando um pouco nesse assunto, cada tipo de idólatra faz o seu sacrifício. O alcoólatra se sacrifica por seu deus, seu fígado é destruído, sua família acaba se separando, ele perde seu emprego porque chega bêbado no trabalho e todas as suas economias são investidas para nutrir seu deus. A pessoa que idolatra conforto se entrega ao ócio, perde o horário todas as manhas e acaba não conseguindo se manter em nenhum trabalho. Seus trabalhos universitários são lamentáveis e está sempre de DP porque o que a pessoa quer é descansar. A sua saúde fica comprometida porque não quer fazer exercícios, quer dormir e descansar. Eu conheço um cara assim, ele já saiu de três faculdades porque não quer sair da cama, duas dessas faculdades ficavam a menos de 10 minutos do lugar onde ele mora. Ele chega a passar dias sem tomar banho e dorme por mais de 24 horas, além de não querer trabalhar. Esse é o tipo de homem que fica na casa da mãe até os 50 porque ela lava suas roupas e lhe dá R$ 10,00 para ir ao cinema.
Pessoas que idolatram sexo podem se envolver em um caso com outra pessoa fora de seu casamento ou namoro e sacrificar o relacionamento para a manutenção do ídolo. Quando o seu ídolo é o cigarro, você sacrifica toneladas de dinheiro em toneladas de maços e sacrifica seus pulmões para poder manter o vício. Se você idolatra dinheiro, você irá trabalhar muito ao ponto de sua esposa surtar por você nunca estar em casa e seus filhos ficarem doentes porque você nunca está por perto. Você sacrifica o bem-estar da sua família e a felicidade dos pequenos porque você quer status e fama. Aos 35 anos, você tem um infarto por causa do stress emocional e a adrenalina de todos os dias. Se você idolatra comida, você sacrificará sua forma física, seus níveis de colesterol e gordura para poder comer muito e engordar muito.
Eu moro em Alphaville e o tipo de idolatria que mais vejo é a idolatria por reputação. As pessoas muitas vezes não tem dinheiro, mas querem mostrar que tem, então compram coisas que não precisam com o dinheiro que não tem para impressionar pessoas que não gostam. Já pessoas que se endividaram por anos e anos e não conseguem pagar a faculdade dos filhos porque quiseram comprar uma BMW em 1000 parcelas. Sabe, compram coisas inúteis o tempo inteiro e ninguém sabe para que servem ou então compram coisas caras como câmeras digitais de 8kg com lentes importadas da Islândia e depois de três vezes de uso, a câmera vai direto para o armário e nunca mais será usada. Tudo isso para que todos possam ver como a pessoa tem coisas legais e faz coisas diferentes. É a incrível popularidade medida por bens, quanto mais se tem, melhor se é.
Nossos ídolos possuem seus templos: restaurantes fast-food, concessionárias, bancos, cassinos, casas de prostituição, bares, baladas. Só que é muito mais difícil identificá-los como templos quando estão em nossa cultura. Já os vimos tantas vezes que simplesmente deixamos de vê-los como o que realmente são.
Dinheiro, comida, sexo, álcool, conforto, carros, diversão são coisas boas criadas por Deus. Mas quando uma coisa criada se torna para você algo no mesmo nível de Deus, isso é ruim e leva à morte e destruição. Nós todos temos ídolos e precisamos estar atentos, vou contar um caso específico meu para que você possa entender como ídolos são difíceis de identificar. Eu sempre fui um cara apaixonado por livros, sempre gostei de ler todo o tipo de coisa, tenho uma biblioteca em casa e tenho certeza que já li algo em torno de 1000 livros. Aos 13 anos comecei a ler e toda a semana pedia ao meu pai que me trouxesse livros e mais livros. Quando fui fazer intercâmbio em 2007, voltei com uma mala reservada somente para livros, havia 11 kg de livros que eu comprei por diversas livrarias no exterior. Quando entrava no ônibus eu lia, quando estava em casa eu lia. Comecei a trabalhar e comprar muitos outros livros, muitas vezes sem dar conta de ler tudo aquilo que comprei, sempre fica com uns 20 livros parados em casa e mesmo assim ia na livraria e comprava outros cinco. E ninguém podia tocar meus livros, eu não gostava de emprestá-los a ninguém e mentia que já estavam emprestados quando alguém pedia. Até brigava com a minha mãe caso ela tirasse algum do meu estoque para ler. Chegou o momento que eu deixava de sair porque queria ler, não queria sentar na mesa em família porque queria jantar sozinho enquanto lia e deixava de orar porque queria ler. Estava junto com amigos e começava a ler no meio de uma roda de pessoas. Deus me revelou esse ídolo e eu pude destruí-lo pela Sua graça e bondade para comigo. Mas não foi fácil, eu queria me manter como antes, lendo cada vez mais. Mas eu tive que escolher: Jesus ou leitura?? Escolhi por Jesus e o ídolo da leitura morreu. A diferença neste falso deus é que ele não ressuscitou ao terceiro dia.
Há um grande problema nos ídolos, pois eles nos oferecem algo que não é verdade, seja felicidade, conforto, satisfação ou qualquer outra coisa. Quando você não alcança o que o ídolo prometeu, tenta se afundar um pouco mais nele para ver se chegando um pouco mais fundo, você não alcança a promessa. Quando o nosso ídolo é arrancado de nós, ficamos paralisados. Experimente dizer ao idolatra do dinheiro que ele precisa trabalhar um pouco menos ou dizer ao glutão que talvez ele devesse começar uma dieta e fazer exercícios. A pessoa já ataca de volta dizendo que você é um intrometido ou feriu os seus sentimentos. Nesse caso, é melhor ferir os sentimentos de alguém com a verdade do que deixar-lhes sofrer o dano da destruição pela idolatria.
Sinceramente, vou usar das palavras do apóstolo Paulo sobre os israelitas no Egito e a idolatria que cometeram: “Tudo isso aconteceu com os nossos antepassados a fim de servir de exemplo para os outros, e aquelas coisas foram escritas a fim de servirem de aviso para nós. (…) Portanto, aquele que pensa que está de pé é melhor ter cuidado para não cair” (1 Coríntios 10.11-12). Eu conheço as reações das pessoas quando o assunto é idolatria: a maior parte pensa que não tem ídolos nenhum e que está totalmente livre (meu caso foi esse por muitos anos). Eu humildemente peço, ao invés de negação, comece a pedir que o Senhor Jesus mostre quais são os ídolos que você precisa destruir. E se você não conhece Jesus Cristo, saiba que Ele é melhor do que qualquer falso deus que você veja por aí. Todos os falsos deuses morrem e o único Deus verdadeiro é aquele que morreu e ressuscitou ao terceiro dia por nós.
Fiquem longe dos ídolos! (1 João 5.21)

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Pensamentos

Uma resposta para “Idolatria Moderna

  1. Lalá

    hahaha a escolha da foto foi totalmente pessoal, né? gordinhoooo…!

    gostei da eficiencia…é só pedir que logo aparecem textos? =P

    gostei do assunto, e é bem verdade…as vezes a gente começa a idolatrar algumas coisas, e acaba recebendo um belo dum puxão de orelha de Deus…mas que eu vejo como uma baita demonstração de amor e carinho, pq ele sabe o quanto a gente vai sofrer e aonde vão nos levar essas idolatrias…

    keep writing, boy..don’t ever stop.

    Beijo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s