À imagem e semelhança do que você quiser

calvin-klein-jeans-fall-winter-2007-2008-ad-campaign2

Eu quero perguntar-lhe agora quem é você? Como você se definiria?

Vou dizer uma coisa, uma das maiores mentiras que Satanás semeou no meio protestante é que idolatria é coisa de católico porque existem imagens na igreja. Não quero entrar no assunto sobre imagens em igrejas católicas, creio que muitos católicos sejam verdadeiros crentes e muitos protestantes não conheçam a verdade (e vice-versa). Quero sim falar de como precisamos parar de olhar para os outros e olhar para nós quando o assunto é idolatria. O pensamento protestante se resume a citar alguns versículos como “Não farás para ti imagem de escultura (…) não as adorarás, nem lhe darás culto” (Êxodo 20.4-5). Depois disso, já pensamos “ahh, estou tranqüilo, os católicos são os idólatras”. Lembro bem do pai de uma antiga namorada que sempre falava comigo. Na época eu era católico e ela freqüentava uma denominação protestante e eu não conhecia Jesus de verdade. Daí o pai dela sempre tentava me evangelizar e o “evangelismo” se resumia a mostrar quais versículos das Escrituras falavam de imagem dentro da igreja e contrariavam a teologia católica. Em suma, de Jesus Cristo não ouvi falar nada. Paulo fala para reter o que é bom e assim o fiz, aprendi mais uma das mil maneiras de não evangelizar.

Em Gênesis 1.26, a Bíblia diz que fomos feitos à imagem e semelhança de Deus. Antes do pecado, éramos um pequeno eco do Deus infinito. Porém, quando entrou o pecado, houve separação e o homem não tinha mais em quem se espelhar. Resultado: crise de identidade. O homem perdeu sua referência e não soube mais em quem se espelhar. E toda vez que o homem busca sua identidade em qualquer coisa ou pessoa que não seja Jesus, ele é um idólatra.

O resultado é que o homem cria diversas imagens nas quais se espelha, nós podemos ser à imagem e semelhança daquilo que queremos e isso é idolatria. As propagandas são uma maneira de dar-nos uma identidade, produtos e serviços são-nos oferecidos com o objetivo de sermos alguém. As propagandas dizem:
– Beba nossa cerveja, você será divertido, popular, engraçado e charmoso aos olhos das mulheres.
– Ouça esse tipo de música, você será alternativo e as pessoas vão olhar para você.
– Coma nesse restaurante, mostrará o seu status e como você é importante.
– Use nossas jóias, você será uma mulher como aquelas que você vê na T. V.
– Faça a faculdade X, as pessoas lhe darão prestígio porque sabem que a mensalidade é cara e somente alguém com muito dinheiro conseguiria pagar.
– Use cuecas caras, você será alguém.
– Nosso carro o faz um homem de verdade.
– Este celular o fará mais interessante e as pessoas terão muito mais vontade de falar com você.
– Jogue estes videogames, todo mundo legal os está jogando!
– Use o nosso cartão de crédito, ele significa que você pode comprar muito mais do que realmente precisa.
– Compre nossas chuteiras, você será capaz de jogar exatamente como os grandes jogadores que ganham milhões nos times europeus.

Estes dias vi o comercial do novo Axe Music Star e é um perfeito exemplo do que falo. O comercial mostra um artista entrando no carro com três mulheres lindas, mas quem consegue ficar com elas é um rapaz comum que usa Axe Music Star. O apelo do comercial é “TOME DE VOLTA o que artistas roubaram de VOCÊ”. Em suma, use Axe e você terá aquelas mulheres.

Ouvi um pregador dizendo que nós vivemos em uma sociedade que diz quem somos pelo que consumimos. Vejo de vez em quando uns comerciais que passam uma mensagem do tipo “as pessoas que usam nossos produtos são felizes, confiantes, certas de si e com rumo na vida” e as pessoas que compram os produtos oferecidos na verdade são infelizes, com problemas de auto-estima e não têm a mínima idéia do que fazer da vida. Nesse ano estive na China e uma das coisas que me impressionou bastante lá é o apelativo das propagandas e outdoors. Em geral, as empresas chinesas e ocidentais que usam propagandas por lá nunca usam modelos chinesas para expor roupas, jóias, shampoos, ternos, etc. Usam sempre ocidentais. As propagandas dizem “usem nossos produtos e você será igual uma ocidental”.

O que a mídia na verdade diz é “você está triste? Chateado? Decepcionado? Você está gordo? Você gostaria de ter bastante dinheiro? Não há problema, a única coisa que você precisa fazer é comprar este produto e você será completo e satisfeito, você será exatamente como as pessoas felizes da T. V.”. Você pode até escolher ser à imagem e semelhança daquilo que quiser.

No meio cristão as coisas são pesadas porque a identidade de muitos crentes se encontra na religião. Pessoas que encontram quem são em um senso de justiça próprio e desprezam os outros porque não são como elas são. Há aqueles que idolatram os “apóstolos”, “missionários”, “pastores”, “ungidos” ou qualquer outro termo do show da fé e não aceitam que uma palavra seja dita contra eles, mesmo eles mentindo, criando falsas teologias, usando versos fora do contexto para enganar o povo, eles foram divinizados por seus fiéis.
Ídolos requerem sacrifício, ou você é um sacrifício vivo para Jesus Cristo ou é um sacrifício para o seu ídolo. Eles demandam tempo, dinheiro, saúde, disposição. Assim como Josué, você necessita escolher a quem deve servir: a Deus ou a algo ou alguém. O homem está em busca constante por uma identidade, a importância dada à assinatura do e-mail e a posição de trabalho que vem escrita no seu cartão de visitas é uma prova disso. A única maneira de encontrar identidade novamente é por meio de Cristo, Ele viveu a vida perfeita que não podemos viver e morreu a morte que nós merecemos. Quando nos arrependemos e cremos, nossa relação com Deus é restabelecida. A Bíblia fala que Jesus é a imagem de Deus e quando você quiser saber como realmente deve ser e agir, é só olhar para Cristo. Em Cristo, você renasce para ser algo que você deveria ser desde o principio, não fora pelo pecado: imagem e semelhança do único Deus.
Ou você é um reflexo de Cristo ou você é um idólatra, não há meio termo. Novamente, quem é você? Onde está a sua identidade?

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Pensamentos

2 Respostas para “À imagem e semelhança do que você quiser

  1. Cara, mandou MUITO….

    Mesmo xingando minha raça, mandou MUITO

  2. Uai, pensei que o lugas fogaça também fosse humano… mas pelo que ele ta falando, ele é de outra raça!! kkkkk

    Belo texto, cara!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s