Arquivo do mês: janeiro 2010

Passion 2010

Cheguei nos EUA já faz um bom tempo e eu desisti de ir para o Passion faz algum tempo, pois sabia que seria financeiramente inviável trabalhando na Disney. Mas de alguma maneira, Deus fez acontecer. Nem no dia que eu estava no volante eu senti que realmente ia para o Passion. Foi tanta coisa que eu vi e amei por lá, mas fica difícil de condensar tudo por aqui, vou tentar escrever mesmo assim. A sensação mudou de verdade quando eu cheguei lá, milhares de estudantes andando e sorrindo. O Passion é sobre uma geração de universitários que amam Jesus e queremos fazer a diferença no mundo juntos. E em um mundo onde vemos jovens tão perdidos com imoralidades, uma das coisas mais lindas que podemos ver é uma multidão de universitários apaixonados por Cristo com suas vidas entregues à Sua causa. Eu olhava para aquele povo todo e pensava em uma só palavra “família”. Tive a primeira reunião com os community groups, pequenos grupos com nove pessoas para conversarmos sobre o que Deus está fazendo em nossas vidas, quais são nossas dúvidas, nossos medos, nossas preocupações e opiniões. Ainda nos reuniríamos todos os dias até o fim do Passion. Essas coisas sempre me frustram porque sempre começa com todo mundo tímido, ninguém querendo puxar conversa e no último a gente se despede como se fossemos melhores amigos. De verdade, eu mal os conheço, mas sinto saudades. Já me senti assim antes e é incrível como Deus capacita seus seguidores a amarem pessoas que eles provavelmente não gostariam ou não suportariam não fora por Ele.

Nossa causa é o reino de Deus e o Passion fez a campanha “Do Something Now” (Faça algo agora). É uma campanha que tem a visão que juntos temos a capacidade de impactar pessoas por todo o globo em nome de Jesus. O ponto é fazer a diferença na vida de alguém agora. Poderíamos doar dinheiro para:

1 – Ame aqueles afetados pela AIDS/HIV – A cada 14 segundos uma criança se torna órfã por causa da AIDS e mais de 15 milhões de crianças já perderam um ou ambos os pais por causa da doença. Meta: 200 estudantes doarem $ 35 = patrocínio de 200 crianças doentes.

2 – Envie bíblias para povos não-alcançados – Até mesmo enquanto você lê isso, cristãos perseguidos de todo o mundo reúnem nomes e endereços de pessoas em suas comunidades que querem partilhar sobre a verdade de Cristo e também querem fornecer bíblias para pessoas no leste da Ásia em favor de nossos irmãos e irmãs perseguidos. Meta: 3000 estudantes doarem $ 1 = 3000 bíblias enviadas para a Ásia.

3 – Cirurgias transformadoras – A vida na guerra do Afeganistão é difícil para qualquer um, mas para uma criança que sofre de lábio fendido, a vida se torna um pesadelo. Uma criança desfigurada é rejeitada pela sociedade e confinada na casa de sua família. A criança desfigurada corre alto risco de morto devido à má-nutrição. Meta: 1.100 estudantes doarem $ 50 = 100 cirurgias para restauração de lábio em crianças afegãs.

4 – Tradução da bíblia – Mais de 2.000 povos pelo mundo não tem uma bíblia em sua língua materna. Imagine não ter uma bíblia em toda sua comunidade ou cidade, sem falar em uma bíblia só sua. Isso é uma realidade para milhões de pessoas. O pedido é patrocínio para tradução de bíblias para os povos Shatika e Rom no sudeste da Ásia. Meta: 2.000 estudantes doarem $ 25 + 20 grupos doarem $ 2.500 = 1 tradução da bíblia.

5 – Seminário subterrâneo – Você não ouvirá sobre isso no noticiário ou lerá algo relacionado a ele no jornal, mas a igreja cristã subterrânea no Oriente Médio está crescendo! Mulçumanos estão voltando seus olhos para Cristo e a igreja está se levantando. Há uma grande necessidade de treinamento e liderança para a igreja. Meta: 300 (homens) estudantes doarem $ 100 = seminário de treinamento para 100 crentes do Oriente Médio.

6 – Justiça para os oprimidos – o povo Dalit totaliza mais de 250 milhões de pessoas trancadas em um ciclo religioso de opressão e escravidão moderna. A palavra dalit significa literalmente “intocável” e eles são tratados dessa maneira por outroas pessoas. Os Dalit estão entre os povos mais opressos do mundo. Sempre lhes é negado acesso a cuidado medico, educação e empregos decentes simplesmente por causa da casta em que nasceram. Os indianos dizem que os Dalit vieram das sola do pé de Deus, mas os cristãos em contrapartida lhes ensinam a verdade suprema que eles são imagem e semelhança do Deus vivo. Meta: 2.500 estudantes doarem $ 30 = 1 centro de educação exclusivo para os Dalit na Índia.

7 – Água limpa – mais de 1 bilhão de pessoas no mundo não tem acesso a água limpa – 90 % de todas as doenças do mundo são causadas por água suja, falta de cuidado sanitário e higiene pobre – 5000 crianças com menos de 5 anos morrem todos os dias devido a doenças relacionadas com água. Isso é uma criança a cada 15 segundos. É praticamente impossível para as nossas mentes entender números como esses e ainda mais difícil para nós é acreditar que eles são relacionados com algo tão simples como água limpa, a mesma água que tomamos todos os dias e não damos a mínima para ela. Nós queremos mudar essas estatísticas! Meta: 2.000 estudantes doarem $ 25 = 10 poços na Guatemala + 100 estudantes enviados à Guatemala pelo Passion para cavar os poços.

8 – Pequenos empréstimos para pequenos negócios – mais de 70% das pessoas que vivem com menos de $ 1 ao dia são mulheres. Enquanto Deus deu e dá às mulheres ambições, inteligência e habilidades para cuidar de si e de suas famílias. O objetivo é fornecer empréstimos a mulheres para que possam começar pequenos negócios e possam assim quebrar o ciclo da pobreza. Meta: 200 (mulheres) estudantes doarem $ 200 = 200 empréstimos para mulheres no Haiti.

9 – Escravidão e tráfico do sexo – milhões de mulheres e crianças estão presas no tráfico do sexo e prostituição por todo o mundo. No Nepal, existe um número alarmante de crianças e jovens mulheres sendo levadas e vendidas para o comércio sexual todos os dias e são levadas para bordéis na Índia. Em resposta, procuramos construir um posto na fronteira entre os países para vigiar os ônibus que atravessam a fronteira e ajudar a polícia local a identificar os criminosos e as vítimas desses crimes. Meta: 1.000 estudantes doarem $ 25 = 1 posto na fronteira do Nepal.

10 – Ajude mães e crianças – até mesmo antes de nascerem, milhões de crianças em países subdesenvolvidos devem lutar por suas vidas. Má-nutrição e outras doenças são o inimigo. Muitos bebês que sobrevivem ao nascimento não passam de seu quinto aniversário. A cada dia, mais de 25.000 crianças perecem basicamente de causas preventivas. O objetivo é dar dinheiro a igrejas que possam ir às comunidades na Indonésia e ajudem as mães a cuidar de seus filhos. Meta: 100 estudantes doarem $ 20 mensais = 1 criança sobrevive na Indonésia.

11 – Comida para os famintos – o mundo possui mais de 850 milhões de pessoas sofrendo de fome crônica e esse numero cresce por volta de 1 milhão por ano. Enquanto a forme mundial atinge todas as idades e lugares, a maioria é formada por crianças, mulheres e comunidades rurais afetadas pela fome. O objetivo é enviar 100.000 refeições para todo o globo. Meta: 500 estudantes doarem $ 35 = 100.000 refeições embaladas e enviadas para o mundo.

12 – Beba café. Ame órfãos – Universitários são conhecidos por seu amor por café e então o café será fornecido para ajudar uma causa incrível. Um copo de café por $ 2 e 100 % dos lucros será reinvestido nas vidas de jovens crianças desnutridas na Etiópia.
Sabe, vendo essas causas eu vi como eu sou insignificante para ajudá-las com o pouco dinheiro que tenho. Mesmo que eu ganhasse um ótimo salário de $ 50.000,00 mensais, nunca conseguiria chegar perto do número necessário para completar as causas. Porém, nós éramos 22 mil jovens apaixonados pelo Reino de Deus que querem fazer o nome de Jesus ser proclamado nos quatro cantos do planeta. O corpo de Cristo trabalha junto, mesmo com pouco de cada, podemos fazer muito. E fizemos. US$ 670 mil foram arrecadados para as causas só com o dinheiro de estudantes estagiários falidos que guardaram o pouco que tinham e escolheram a generosidade!! E se você achou isso surpreendente, espere para ver a próxima parte: um grupo desconhecido de pessoas que nunca ouviram falar no Passion e preferiram não se identificar se surpreenderam com o número enorme de estudantes andando pelas ruas de Atlanta e ficaram movidos pela causa. Eles falaram com os lideres do Passion e lhes disseram: queremos doar exatamente a mesma quantia que os estudantes doaram até agora! Mais US$ 670 mil doados para essas causas! Tem como dizer que Deus não é incrível?

Vou contar do momento que mais me marcou: nós oramos por algumas causas (inclusive a minha favorita, a China) e o preletor (Louie Giglio) pediu que nós todos orássemos a Deus em voz alta, cada um com seu clamor e depois pediu um momento de silêncio. Nesse silêncio, todos começaram a cantar “How Great Is Our God” (Como é grande o nosso Deus). Sabe um daqueles momentos que você gostaria de ter congelado e deseja que durasse para sempre? Assim como John Piper falou os melhores momentos são aqueles que você se sente mais insignificante. Os melhores momentos são aqueles que você percebe como Deus é grande e como você é pequeno, minúsculo, insignificante. Eu sei que esses momentos são tão bons porque somos mais parecidos com aquilo que fomos criados para ser. Percebemos como somos insignificantes, mas somos felizes por isso. Deixamos de lado aquela sensação de auto-suficiência como naqueles momentos que você está deitado em um gramado observando as estrelas e imaginando como é a vida do outro lado. Depois desse momento, o Louie pediu que nós fossemos embora em silêncio pensando no que Deus tinha dito a cada um e sobre o que havíamos aprendido. Você consegue imaginar 22 mil estudantes saindo de uma arena de hockey em completo silêncio no frio (abaixo de zero) de Atlanta? Os únicos sons era mo as passadas e o vento cortante. O som das vozes dos amigos foi trocado pelo silêncio. Como no momento em que Elias estava na montanha e ouviu Deus em um sussurro. O povo de Deus se calou no Passion para curtir a Deus.

John Piper falou sobre Deus ser comprometido com a própria glória. Ao ouvir isso a primeira vez, parece que Deus é um egomaníaco que quer toda a atenção do universo para Ele. Mas o que acontece na verdade é que quando Deus recebe glória, nós recebemos alegria. Deus nos convida a dar-Lhe glória e experimentarmos o máximo da nossa alegria. Deus é glorificado em nós quando somos satisfeitos Nele. Andy Stanley falou do erro que os jovens fazem em pensar no que devem fazer e quem conhecerão antes de determinarem que serão. Passou sobre a passagem da Bíblia que fala que Daniel era inculpável, mesmo os homens da Babilônia tentando encontrar nele motivo para o acusarem. Passamos tempo demais decidindo o que vamos fazer e qual será o tamanho da nossa influência na cadeia social, porém nosso caráter nunca é posto em jogo. É sempre sobre fazer e nunca sobre ser e é por isso que tanta gente mal caráter possui alguma posição de influência e tantos escândalos sexuais aparecem por aí entre o mundo dos famosos. O caráter de alguém sempre influenciará a esfera social e a vida profissional. Tudo é influenciado por quem você é.

Quero contar do momento que Deus mais falou comigo. Quem é do meu ciclo mais próximo sabe o quanto sofri em 2009 e não precisava ser muito inteligente para ver a tristeza estampada na minha cara. Francis Chan falou sobre o GPS que havia ganhado a pouco tempo. O GPS é um aparelho que nos leva sempre ao nosso destino e ele explicou que amava a voz da mulher que o guia pelas ruas pelo fato de que ela nunca fica louca quando ele erra o caminho. Se fosse uma mulher de verdade, ela diria “por que você nunca me ouve?”. Mas quando você erra, ela simplesmente diz “Recalculando”. O GPS é como o Espírito de Deus que diz “Recalculando” quando você toma a rota errada. Ele não grita com você e pergunta “O que você está fazendo?!?!?!?!?”, simplesmente diz “Recalculando”. Ele diz “chegaremos lá… pode demorar um pouco mais porque você se desviou da rota principal, mas nós chegaremos lá. Você tomou alguns caminhos errados ultimamente, tomou algumas rotas que eu gostaria que você não tivesse tomado, mas juntos chegaremos ao destino final, Eu levarei você lá”. Foram palavras de Deus ditas para mim, eu sei. Eu poderia esvaziar a arena, sentar de frente para o Francis. Foram tantas coisas que aconteceram nesses últimos tempos que eu não percebi o quanto meu sofrimento foi me aprisionando… Cheguei ao ponto de odiar e evitar a pergunta “você está feliz?”. Porque a resposta era sempre aquela que as pessoas não esperam ouvir e é sempre precedida da eterna pergunta “por que?”. Nesses dias eu ouvi Deus dizer-me “Leo, eu sei que você fez umas decisões idiotas, tomou alguns caminhos errados, mas deixa Eu te colocar de volta na rota correta. Recalculando. Vai demorar um pouco mais, nós precisamos consertar umas coisas em você, mas chegaremos lá, filho”. Depois de ouvir essas palavras eu pude levantar as mãos para o céu de novo e dizer: estou feliz.

Volto para casa feliz. Caminho apaixonado com essa felicidade e essa paixão pela Glória de Deus e para que todos os povos conheçam a Jesus Cristo, Salvador do mundo.

Passion começa agora, no dormitório estudantil, na minha universidade, na minha igreja, na minha casa, na minha comunidade.

.

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Diário de Bordo, Pensamentos